Projetos


Creta

CRETA – Centro de Reabilitação e Triagem de Animais Aquáticos

Localizado no Instituto Argonauta, em parceria com o Aquário de Ubatuba, o Centro de Reabilitação e Triagem de Animais Aquáticos (CRETA) realiza o resgate e a reabilitação de animais marinhos no litoral norte de São Paulo. As principais ocorrências atendidas pelo CRETA são de aves marinhas (como os pinguins, por exemplo), pinípedes (focas, lobos e leões-marinhos) e cetáceos (baleias e golfinhos). Quando ocorre o aparecimento de algum animal terrestre, o Instituto o encaminha para as instituições responsáveis.
Em geral, estes animais resgatados pelo Instituto Argonauta recebem tratamento individual com foco no aumento da temperatura corpórea, ganho de peso e hidratação, além de outros procedimentos específicos de recuperação para cada espécime.

Entre o período de abril de 2000 a março de 2013 foram atendidos 2110 animais marinhos, sendo que cerca de 40% destes animais foram reabilitados e devolvidos à natureza.

As atividades de resgate e reabilitação desenvolvidas pelo CRETA visam o desenvolvimento e uso de estratégias que tornem mais efetivas as atividades relacionadas à recuperação e soltura dos animais, proporcionando uma chance real de sobrevivência. Propõe-se, também, a realização de trabalhos educativos junto às colônias de pescadores, comunidades tradicionais, profissionais da área, estudantes e comunidade em geral, para que contribuam com a elaboração de uma rede de informações sobre as ocorrências destes animais, de acordo com sugestão do Plano de Ação de Mamíferos Aquáticos do Brasil.

O Instituto Argonauta participa da Rede de Encalhes de Mamíferos Aquáticos no Sudeste (REMASE), a qual está sendo criada a exemplo da Rede de Encalhe Mamíferos do Nordeste (REMANE), Portaria IBAMA nº. 143-N, de 22/10/1998.
Atualmente, o Instituto Argonauta recebeu do Ministério Público a cessão de uma área para a implantação do CRETA, e somando-se aos apoios, doações, patrocínio do Aquário de Ubatuba e convênio com a Petrobras, proporcionará melhorias na infraestrutura para o atendimento.
Educação Ambiental
O projeto de educação ambiental do Instituto Argonauta tem como objetivo a conscientização das pessoas para a conservação do oceano. Em parceria com o Aquário de Ubatuba, são realizadas campanhas contra o lixo no mar, mutirões de limpeza das praias, oficinas recreativas e peças de teatro.

As crianças de toda a rede pública do município participam gratuitamente desses projetos que contribuem com o aprendizado acadêmico, por meio de diversas atividades direcionadas à educação ambiental e à preservação dos ecossistemas costeiros e marinhos do litoral norte de São Paulo.

 

Museu da Vida Marinha

Instalado dentro do Aquário de Ubatuba, o Museu da Vida Marinha é um projeto do Instituto Argonauta criado em janeiro de 2006. O local expõe a evolução da vida no mar, com painéis educativos e reúne cerca de 300 peças no acervo, como algas, moluscos, crustáceos, peixes, tubarões, esqueleto de baleia, entre outras. As peças são conservadas por diferentes técnicas, como taxidermização, fixação em formol e esqueletos montados.

Parcerias:
Aquário de Ubatuba
Projeto TAMAR-ICMBio
Cooperativa Educacional de Ubatuba

Patrocínio: Aquário de Ubatuba
Convênio: Petrobras
Apoio: IBAMA, Mormaii, Igui Piscinas, Tecumseh do Brasil, Animagem – Centro Veterinário; Instituto de Microecologia; Polícia Ambiental e Prefeitura Municipal de Ubatuba.

 

Pesquisa

Os dados coletados nas ações desenvolvidas são convertidos em publicações científicas, por meio de pesquisas realizadas pela equipe técnica do Instituto Argonauta, em conjunto com o Aquário de Ubatuba e outras instituições das quais são estabelecidas parcerias específicas. Estes materiais são apresentados em palestras, congressos, seminários e em publicações científicas.

 

SABINA – Escola Parque do Conhecimento

A celebração de convênios para o desenvolvimento de ações educativas é também uma das estratégias de ação do Instituto Argonauta. Em agosto de 2006, o Instituto Argonauta estabeleceu Convênio de Intercâmbio e Cooperação Técnica nas Áreas de Ciência e Educação com a Prefeitura Municipal de Santo André, através da Secretaria de Educação. Desta forma, o Instituto assumiu a responsabilidade de realizar a manutenção de dois tanques marinhos (projetados pelo Aquário de Ubatuba), um terrário e um Pinguinário na Escola Parque do Conhecimento/SABINA, voltada para estudantes e população em geral. O objetivo desse trabalho é estimular a curiosidade, o interesse e o aprendizado por parte dos alunos, por aspectos da biologia, ecologia e conservação da vida marinha e terrestre e por conceitos relacionados à conservação do meio ambiente e da água de forma geral, sensibilizando-os para a descoberta do papel individual e coletivo da participação nas questões ambientais. O Instituto também se responsabilizou pela capacitação dos monitores e elaboração dos materiais didáticos relativos aos temas, como Conservação da Água, Ambientes Marinhos e Aquáticos e sua Bioecologia. Convênio: Prefeitura Municipal de Santo André/SP

Desenvolvido por: